segunda-feira, 20 de setembro de 2010

JC.



Fica o rastro de amor, amizade, boa disposição, e de todas as outras coisas que, de uma maneira ou outra, o João deixou a todos aqueles que tiveram a sorte de fazer parte da sua vida. E assim, o efémero se transforma em eterno.

1 comentário:

Rita disse...

Que bonito o que fizeram! A fotografia está demais! Mt bonito!!! :-)